Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Centelha é lançado em Minas com a presença de governador e ministro Marcos Pontes
fechar
Compartilhar

Paulo Alvim, Euclydes Pettersen, MArcos Pontes, Romeu Zema, Evaldo Vilela,
Manoel de Mendonça e General Waldemar Barroso

Estimular a criação de empreendimentos inovadores a partir da geração de novas ideias e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo o território nacional. Esse é o objetivo do programa Centelha, que foi lançado em Minas Gerais, na sede da FAPEMIG, na quinta (29). A iniciativa é do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e da Finep, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação Certi. Em Minas Gerais, o programa é executado pela FAPEMIG.

O edital do Centelha no estado será de R$ 1 milhão, com R$ 600 mil da Finep e o restante da FAPEMIG. Estiveram presentes ao lançamento o governador do estado de Minas Gerais, Romeu Zema, o ministro da Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, o presidente da Finep, General Waldemar Barroso, o secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTIC, Paulo Alvim, o presidente da FAPEMIG, Evaldo Vilela, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas, Manoel Vitor de Mendonça, o deputado federal Euclydes Pettersen, e o diretor Científico-Tecnológico da Finep, Marcelo Bortolini, dentre outras autoridades.

“Minas está muito feliz em poder alavancar ciência, tecnologia e inovação, elementos de um país grande”, disse o governador Zema. O ministro astronauta Marcos Pontes parabenizou a Finep pelo Centelha: “A atuação protagonista da financiadora em programas de empreendedorismo demonstra sua capacidade operacional e articuladora, com presença em todas as regiões. Lembrem-se: recursos para C,T&I não são gastos, são investimentos”, afirmou. Assista à fala do ministro, em video.

Em seu discurso, o presidente da Finep, General Waldemar Barroso, celebrou aqueles que chamou de “sonhadores realizadores”. “O empreendedor é, antes de tudo, aquele que sonha. E a Finep estimula os sonhadores realizadores para gerarem riqueza, conhecimento e produzirem qualidade de vida”. Assista aqui.

Marcelo Camargo, executivo da financiadora que lidera programas descentralizados de subvenção, foi quem apresentou o edital do Centelha para a plateia que lotou o auditório da FAPEMIG. Ele comemorou as cerca de quatro mil ideias já submetivas no portal do programa. Veja video com Camargo.

Camargo destacou o diferencial da iniciativa: “Estamos falando de empreendedorismo inovador, fundamental para fazer o Brasil desenvolver produtos, processos e serviços com muito valor agregado. O Centelha e o Tecnova (outro programa descentralizado de subvenção, mas para empreendimentos mais robustos) são complementares”.

centelhaMG2

Marcelo Camargo, da Finep, apresentou o edital do Centelha

No evento, também foram apresentados os resultados, justamente, da Chamada 13/2013 Tecnova - Programa de apoio à inovação tecnológica em microempresas e empresas de pequeno porte, na versão mineira. Parceria da FAPEMIG com a Finep, a ação representou importante instrumento de fomento à inovação rumo ao desenvolvimento econômico e social do Estado. “Eis a força da ciência mineira, sua capacidade e potencial para contribuir para o desenvolvimento tecnológico e econômico do estado”, comentou Evaldo Vilela.

O investimento, de cerca de R$ 13 milhões, possibilitou a execução de 43 projetos de micro e pequenas empresas localizadas em 14 municípios mineiros. De acordo com o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da FAPEMIG, Paulo Beirão, este cenário somente foi possível devido ao empenho dos agentes envolvidos. “Isto porque o processo de inovação nas empresas depende de inúmeros fatores, dentre eles, a capacidade de gestão do processo de inovação capazes de gerar novos produtos para o mercado, com competitividade e sustentabilidade. Neste contexto, o fomento não-reembolsável, por parte do Estado, representa, muitas vezes, o único caminho para se inovar nas micro e pequenas empresas”, afirmou.
 
Além do Programa Centelha/MG, foi lançada a chamada FAPEMIG Tríplice Hélice: interação Governo - Instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação - Empresas. A ação irá financiar projetos que visem à otimização de tecnologias protegidas para inserção de novos produtos, serviços e processos no mercado.
 
O presidente da FAPEMIG, Evaldo Vilela, destacou a importância do apoio a pesquisas que gerem soluções inovadoras para Minas Gerais “A inovação tecnológica vale-se da associação entre conhecimento, tecnologia e criatividade. São as grandes transformações produzidas pela inovação, com o apoio do Estado, que contribuem decididamente para o desenvolvimento econômico de Minas Gerais. Elas criam o futuro”.

Veja mais detalhes do Programa Centelha.

 

Sede:
Av. República do Chile, 330, Torre Oeste - Centro
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares
CEP: 20031-170 - Rio de Janeiro - RJ.

 

Unidade Flamengo:
Praia do Flamengo 200, 3º andar
CEP: 22210-065  - Rio de Janeiro - RJ.


Telefone (21) 2555-0330

 

Outros endereços e telefones da Finep.