Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Finep/MCTI vai investir R$ 50 milhões na implantação e modernização de laboratórios abertos de prototipagem
fechar
Compartilhar

laboratorio4

A Finep Inovação e Pesquisa, empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) acaba de lançar uma chamada pública do Programa Ambientes de Inovação, que vai investir R$ 50 milhões na implantação ou modernização de laboratórios abertos para prototipagem e espaços de trabalho compartilhados. Os recursos não reembolsáveis do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) vão apoiar propostas de instalações apresentadas por Instituições de Ensino Superior (IES) ou de Ciência e Tecnologia (ICTs), que possibilitem aos alunos, startups e outras empresas a materializarem projetos de pesquisa na forma de modelos de engenharia ou protótipos.

O objetivo do edital é incentivar o desenvolvimento tecnológico, o aumento da competitividade e a interação entre empresas e ICTs, além de promover o desenvolvimento de ecossistemas de inovação e da sociedade do conhecimento, e também a exploração criativa de ideias, o desenvolvimento de testes de conceito, protótipos e aplicações e o estímulo à cultura de compartilhamento e produção cooperada.

Segundo o diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Finep/MCTI, Marcelo Bortolini,os laboratórios de prototipagem estão inseridos na carta proposta de 2021 do Fundo Verde-Amarelo que mapeou, entre outras prioridades, ações que possam catalisar o sucesso das startups brasileiras. Segundo o executivo, existe uma forte demanda das micro e pequenas empresas para que seja criada uma infraestrutura mínima de P&D no País, que possibilite a elas desenvolver e testar experimentos, resultantes de investimentos em pesquisa e inovação.

Para quem não sabe, os espaços de prototipagem de produtos e processos (makerspace), são laboratórios ou oficinas de uso compartilhado e aberto a múltiplos públicos, equipado com ferramentas de fabricação digital e prototipação rápida, controladas por computador. Eles operam com os mais diversos materiais de suporte, o que permite a fabricação rápida, flexível e de baixo custo de objetos físicos.

A concessão de recursos do edital está limitada a R$ 2 milhões para até quatro projetos por Unidade Federativa. O valor mínimo a ser solicitado é de R$ 500 mil por projeto. Do orçamento disponível, 30% serão destinados às regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, desde que haja propostas classificadas. Também será exigida contrapartida financeira de 25% do valor solicitado por projeto.

O Formulário para Apresentação de Propostas já está disponível no site da Finep. Os interessados têm até o dia 20 de junho de 2022 para a inscrição de propostas. A divulgação do resultado final está prevista para 30 de setembro deste ano.