Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Com apoio da Finep, startup EZScience se torna exemplo de empreendedorismo feminino para inspirar mulheres do Norte do Brasil
fechar
Compartilhar


ezscienceEquipe EZScience (foto: Yraq Lima)



No auge da pandemia de Covid-19, um dos diversos desafios enfrentados não só pelo Brasil, mas por diversos países, foi a escassez de insumos e ingredientes farmacêuticos ativos (IFA), devido à dificuldade de importação naquele momento, e à ausência de produções nacionais em larga escala, para atender a uma demanda cada vez maior. Diante desse cenário, iniciativas 100% brasileiras, focadas nesse mercado, ganham ainda mais destaque - e mostram sua necessidade de incentivo. É o caso da EZScience, uma das 10 vencedoras do Prêmio Mulheres Inovadoras 2021.

Paula Taquita, diretora executiva da EZScience, mestre em Imunologia pela Universidade Federal do Amazonas, percebeu, dentro da academia, que Manaus, conhecida no país por ser um polo industrial importante, não tinha mercado desenvolvido na área farmacêutica. Não satisfeita em ficar somente dentro da Universidade, Paula concebeu a ideia da EZScience, startup que produz insumos biotecnológicos e imunológicos, utilizados em testes, que facilitam diagnósticos de doenças como malária e infeção por salmonela, porém utilizando um método não muito convencional: ovos de galinha. Diferentemente do processo que se utilizava de camundongos, a tecnologia desenvolvida pela EZScience não causa dor em animais.

"Uma sobe e puxa a outra"

A empresa foi contemplada no edital da Finep/MCTI de Subvenção Econômica à Inovação 02/2020 (Covid-19), e a partir daí deu um novo passo importante: começou a desenvolver não só insumos para testes, mas a produção de kits próprios para diagnóstico da Covid-19. E em 2021, Paula Taquita foi uma das ganhadoras do Prêmio Mulheres Inovadoras, que a contemplou, além da premiação em dinheiro, com a participação de um Programa de Aceleração da Finep: “Significou muita coisa, abriu meus olhos. Além de me apresentar a outras mulheres empreendedoras, porque às vezes parece que o mundo só acontece no Sudeste. O Programa promoveu a conexão de mulheres e desmistificou para mim o que é a Finep", afirma.



paulataquitaezscience
Paula Taquita (centro) recebe o cheque simbólico do Prêmio Mulheres Inovadoras,
 com o ministro do MCTI, Marcos Pontes, presidente da Finep, Waldemar Barroso (à esq.), e da
 coordenadora do Programa Mulheres Inovadoras, Mariana Taragano (à dir.)

 

Para Paula, o Programa acabou com o que ela chama de “medo dos editais”, através da mentoria e das palestras. Para o futuro, enquanto esta matéria era escrita, as expectativas eram de participar de novos editais, crescer em conhecimento e, sobretudo, aprender a transformar ideias em produto, alavancando vendas. Expectativas alcançadas, a Startup foi aprovada para o Programa Espaço Finep, que iniciará as acelerações no dia 9/11. “Eu me sinto honrada de ver meu trabalho ajudando outras mulheres. Não temos um polo farmacêutico em Manaus, então tem muita mão de obra qualificada sem utilização. 60% da empresa é feminino, todas mestras e doutoras. Eu crescendo, elas crescem também: uma sobe e puxa a outra", resume.

Sobre o Programa Mulheres Inovadoras

Na segunda edição do Programa Mulheres Inovadoras, a Finep/MCTI selecionou 30 startups lideradas por mulheres para aceleração, das quais, 10 receberam o Prêmio Mulheres Inovadoras, 2 de cada região do Brasil, no valor de R$ 100 mil cada. As vencedoras foram anunciadas em setembro passado. O Programa Mulheres Inovadoras é uma iniciativa da Finep e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) com apoio do Founder Institute, da Rede Mulher Empreendedora e da Oria Capital. Seu objetivo é estimular startups lideradas por mulheres, de forma a contribuir para o aumento da representatividade feminina no cenário empreendedor nacional, por meio da capacitação e do reconhecimento de empreendimentos que possam favorecer o incremento da competitividade brasileira. A Finep planeja lançar a terceira edição do programa em 2022.

Sobre o Programa de Aceleração Espaço Finep

Foi criado para agregar conhecimento e articulação com foco em marketing e vendas a startups, auxiliando-as na revisão e/ou adequação de sua proposta de valor e de seu modelo de negócios, e na identificação de oportunidades de mercado com fornecedores, parceiros e clientes, alinhadas a um processo de capacitação com objetivo de construir uma estratégia de comercialização de seus produtos e serviços. A segunda edição da chamada foi lançada em junho deste ano.