Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Edição 2021 do Programa Mulheres Inovadoras encerra fase de Aceleração
fechar
Compartilhar

Mulheres Inovadoras foto 

A palestra “Ativação Digital e Vendas” fechou a programação da Fase de Aceleração 

 

Uma iniciativa da Finep e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), com apoio do Founder Institute, da Rede Mulher Empreendedora e da Oria Capital, o Programa Mulheres Inovadoras acaba de cumprir mais uma etapa da edição 2021. No dia 9 de julho, 27 startups das cinco regiões do país, de setores como Biotecnologia, Inteligência Artificial e Saúde, concluíram a fase de Aceleração, período destinado a preparar as empresas de forma rápida e eficaz para se apresentarem no mercado. Ao todo, foram aproximadamente 20 horas de palestras e debates, além de mentorias individuais, com carga horária de 12 horas.

O programa, que em sua segunda edição, em 2021, recebeu um total recorde de 315 inscrições, prevê agora a entrega, pelas empresas selecionadas, de uma apresentação de seus negócios à coordenação do Programa na Finep/MCTI, o que deverá ocorrer até o dia 21 de julho. De 9 a 13 de agosto, as participantes farão seus pitches às bancas de examinadores regionais. Ao final da edição, as 10 melhores eleitas pelo júri, duas de cada região do país, serão as vencedoras do Prêmio Mulheres Inovadoras, e receberão cada, premiação em dinheiro no valor de R$ 100 mil.

O Mulheres Inovadoras foi criado para estimular startups lideradas por mulheres, de forma a contribuir para o aumento da representatividade feminina no empreendedorismo nacional, por meio da capacitação e do reconhecimento. Segundo Mariana Juer, analista do DEIS – Departamento de Empreendedorismo e Investimento em Startups pela Finep, e coordenadora do Programa, embora todas desejem a vitória final, a riqueza desta iniciativa está nos conhecimentos e conexões adquiridos ao longo do processo.

“Só tenho a agradecer a oportunidade de participar do Programa Mulheres Inovadoras. As mentorias e palestras auxiliaram no aprimoramento de estratégias e desenvolvimento de competências, nos ajudando a tomar decisões mais assertivas e, assim, melhorar nosso desempenho”, disse Lorena Freitas Barreto Lins, Sócia Administradora da Med3D, empresa que desenvolve biomodelos para planejamento cirúrgico.

Para a mentora, consultora e fundadora do Pulo do Gato Empreendedor, Alice Salvo Sosnowski, o Programa de Aceleração da Finep é necessário e fundamental para aumentar a presença feminina no contexto das startups, pois consegue alcançar mulheres diferenciadas e ser equânime, inclusive atendendo as cinco regiões do país.

“É sem dúvida um programa transformador, pois consegue realizar um processo de aceleração que gera resultados reais para as startups e todos os envolvidos: empreendedoras, mercado e a sociedade ganham com a iniciativa”, afirmou Simone de Carvalho Soares, empresária, advisor e mentora de startups.

“Vejo o Programa como um benchmark, com resultados incalculáveis, tendo em vista as trocas entre as participantes, o conhecimento gerado, além do selo Finep, que tem muito valor agregado”, disse Mayra Castro, designer de conexões e parcerias e uma das palestrantes convidadas.

A Fase de Aceleração, realizada de 1º de junho a 9 de julho, contou com a participação de 12 palestrantes, sendo 10 convidadas externas e dois palestrantes da Finep/MCTI, que compartilharam seus conhecimentos em áreas como marketing, vendas, mercado e modelo de negócios. Também contribuíram para esta fase 15 mentoras externas convidadas e sete mentores da Finep/MCTI.