Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Finep/MCTI tem participação de destaque no evento Invest in Aerospace Brazil – Summit 2021
fechar
Compartilhar

 investinaerospace

A Finep teve participação destacada Invest in Aerospace Brazil – Summit 2021, na segunda-feira, 19/4. O evento, realizado na modalidade virtual, foi promovido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX/MRE) e teve como objetivo o incentivo a investimentos no setor aeroespacial brasileiro. O Diretor de Inovação da Finep, Alberto Dantas, representou a empresa e destacou o longo histórico de financiamento setorial, apresentando os instrumentos de apoio e as principais agências internacionais que já atuaram em cooperação com a Finep, inclusive com ações na área.

Na sequência, Dantas apresentou ao público importantes projetos que receberam recursos reembolsáveis e não reembolsáveis do FNDCT, por intermédio da Finep. Destacou o apoio a empresas e instituições que participaram do Satélite Amazônia-1, totalmente concebido, integrado, testado e operado no Brasil, cujo lançamento aconteceu em fevereiro, na Índia.

O evento da APEX/MRE também contou com a participação das principais empresas mundiais do setor aeronáutico, incluindo a EMBRAER que contou com financiamento da Finep em vários projetos, destacando-se o avião de treinamento/ataque leve Tucano e o jato executivo Legacy. Receberam também apoio financeiro em projetos no setor aeroespacial empresas brasileiras como a Altave, Altaza, AS Avionics e Xmobots, dentre outras.

O webinar teve, ainda, participação de outras instituições financeiras, que apresentaram seus mecanismos de apoio ao setor - tão importante para o desenvolvimento das capacidades tecnológicas do país. Os participantes foram unânimes em classificar o debate como fundamental para o crescimento, desenvolvimento e inserção do Brasil no seleto rol dos países que dominam as mais impactantes tecnologias aeroespaciais. Elas são responsáveis por colocar nações em destaque na geopolítica global, já que atuam na fronteira do conhecimento humano, aliando capacidade estratégica e impacto econômico.