Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Últimas semanas da exposição “Inovanças”, patrocinada pela Finep, no Museu do Amanhã
fechar
Compartilhar

 Museu do Amanhã

Mostra que já recebeu mais de 400 mil visitantes encerrará dia 18/2 (domingo)

 

Após nove meses em cartaz, a exposição “Inovanças – Criações à Brasileira” se despede do público no dia 18 de fevereiro (domingo). A mostra que faz o visitante embarcar em uma viagem pelo mundo das criações nacionais, apresentando grandes feitos e, em alguns casos, talentos poucos reconhecidos, recebeu mais de 400 mil pessoas nesse período. “Inovanças” foi a primeira exposição temporária concebida integralmente pela equipe do Instituto de Desenvolvimento e Gestão – IDG, instituição que administra o Museu do Amanhã. Teve realização do Ministério da Cultura, com patrocínio da Finep.

“Criatividade, conhecimento e base científica são condições necessárias para a inovação, mas não suficientes. Ela se concretiza quando juntamos essas competências e as transformarmos em valor para a sociedade, algo que possa ser auferido e usufruído por todos. Esse é o grande mérito dessa exposição, que não se restringe à comunidade científica nem aos inventores, mas abre suas portas à sociedade”, destaca Marcos Cintra, presidente da Finep.

"’Inovanças’ representa um marco para a equipe do Museu do Amanhã, pois foi a primeira grande exposição criada internamente. O sucesso de público e a aprovação na avaliação dos visitantes com a nota 9,2 (pesquisa Datafolha, realizada em outubro de 2017) atestam que conseguimos concretizar, de forma lúdica, a experiência de empoderamento dos brasileiros para criar soluções cotidianas. Nossos visitantes puderam experimentar como a criatividade brasileira pulsa vibrante nas cidades, favelas, florestas e rincões do nosso país, independente da escolaridade, idade ou situação social. Que venham novas ‘Inovanças’!", comemora Leonardo Menezes, gerente de Conteúdo do Museu do Amanhã e um dos curadores da exposição.

A mostra ocupa 600 m² e foi idealizada sem paredes – uma inspiração no filme “Dogville”, de Lars von Trier –, que remete à fluidez do processo criativo. De acordo com Leonardo, a ideia é mostrar que não há limites nem barreiras ao conhecimento e à inventividade, e apoiar ações que promovam a sustentabilidade e contribuam para a popularização e difusão da ciência e da tecnologia. O curador lembra, ainda, que a sustentabilidade também é pensada após as desmontagens das exposições temporárias do Museu do Amanhã. “Alguns materiais serão reutilizados em novas exposições e parte terá a destinação final adequada garantida, sendo encaminhada para a reciclagem”, destaca.

“Inovanças” apresenta cerca de 40 inovações – do high ao low tech, destacando as tecnologias sociais – que transformam e beneficiam indivíduos e grupos em todas as regiões do Brasil e até no exterior. As invenções são apresentadas em vídeos, com declarações de seus criadores e, presencialmente, com a exposição de objetos.
A exposição é dividida em sete áreas – Pyahu-Açu (“novidade grande”, em tupi-guarani); Inspirais, Errâncias, Brasilianxs, Inexspectata (imprevisto em latim); Impromptu (“improviso”, em latim); Awani jö (do iorubá, “estamos juntos”) – que remetem a diferentes características que a inovação brasileira apresenta, incluindo o conceito da inovação expandida e homenagens a personagens da nossa história, além de outros que fizeram do improviso a matéria-prima do seu trabalho.

Museu do Amanhã

Eleito o melhor museu da América do Sul e Central pelo Leading Culture Destinations Awards, “Oscar” britânico do setor, o Museu do Amanhã, espaço gerido pelo Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG), se consolidou como uma das principais atrações turísticas e culturais do país no seu primeiro ano de operação. O Museu do Amanhã é uma iniciativa da Prefeitura do Rio de Janeiro, concebido e realizado em conjunto com a Fundação Roberto Marinho tendo o Santander como patrocinador Máster. A rede de patrocinadores e parceiros do Museu do Amanhã também inclui Shell, IBM, IRB-Brasil RE, Engie, Grupo Globo, CCR, Deloitte, Intel, Cisco, Fundation Engie, JCDecaux e Suvinil. Além desses, Governo do Estado, por meio da Secretaria do Ambiente, e Governo Federal, pela Finep, apoiam a instituição. O local foi o mais fotografado no Brasil em 2016, de acordo com o Instagram, e também ficou na primeira colocação entre as instituições mais visitadas do país com a marca de 1,5 milhão de visitantes. Em seu primeiro ano de operação, o Museu do Amanhã firmou parcerias e acordos de cooperação científica com instituições de renome como Google, Science Museum Group, British Council, ACNUR- ONU, Fundação Dom Cabral e Fundação Engie, entre outras.

Finep

Vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), a Finep é a principal agência de fomento à inovação do Brasil. Há 50 anos, promove o desenvolvimento econômico e social do País por meio do apoio público à ciência, tecnologia e inovação em empresas, universidades e institutos tecnológicos, em todas as etapas de desenvolvimento: pesquisa básica, pesquisa aplicada, inovação e criação de novos produtos, serviços e processos. Nesse período, a Finep apoiou aproximadamente 30 mil projetos, do avião Tucano, um dos mais famosos da Força Aérea Brasileira (FAB), ao acelerador de partículas Sirius. Outros projetos marcantes financiados pela Finep foram: o antiviral AZT Infantil; o Supercomputador Santos Dumont; o Laboratório de Tecnologia Oceânica da Coppe/UFRJ; o Satélite Geoestacionário Brasileiro de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC); os estudos de viabilidade da Ponte Rio-Niterói; e o Exoesqueleto, do neurocientista Miguel Nicolelis.

 

Inovanças – Criações à Brasileira
Museu do Amanhã – Praça Mauá 1, Centro
Tel.: 3812-1800
Período: Até 18 de fevereiro (domingo)
Funcionamento: De terça-feira a domingo, das 10h às 18h (com encerramento da bilheteria às 17h)
Ingressos: A exposição temporária está incluída no valor da entrada para o Museu:
Inteira: R$ 20,00; ​Meia-entrada: R$ 10,00;
www.museudoamanha.org.br

 

Mais informações:

CDN Comunicação
21. 3626-3700 / 99553-4177
Carolina Bellei
(carolina.bellei@cdn.com.br/ 21. 3626-3773)
Halline Mecenas
(halline.mecenas@cdn.com.br / 21. 3626-3722)

Comunicação Museu do Amanhã
21. 3812-1880
imprensa@museudoamanha.org.br


Finep
Márcia Telles
(mtelles@finep.gov.br / 21. 2555-0758)
Fábio Torres
(ftorres@finep.gov.br / 21. 2555-0262)
Rennan Soares
(rennan.soares@fsb.com.br / 21. 99219-7549)

 

 

Rio de Janeiro

Sede:
Av. República do Chile, 330, Torre Oeste - Centro
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares
CEP: 20031-170 - Rio de Janeiro - RJ

Unidade Flamengo:
Praia do Flamengo 200, 3º andar
CEP: 22210-065  - Rio de Janeiro - RJ.

São Paulo

Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 510 - 9º andar - Itaim Bibi
CEP: 04543-000  - São Paulo - SP

Brasília

SHIS QI 1 - Conjunto B - Bloco D - 1º Subsolo.
Ed. Santos Dumont - Lago Sul
CEP: 71605-190 - Brasília - DF

Fortaleza 

Av. Dom Luis, 807-20º e 21º pavimento
Meireles, CEP 60160-230 - Fortaleza - CE