Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Empresa Alfa Sense é a segunda contratada no edital Tecnologias 4.0
fechar
Compartilhar

 ind402020

 

A Finep – Financiadora de Estudos e Projetos, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) – assinou o segundo contrato do Edital Tecnologias 4.0 . Desta vez, foi formalizado o apoio à empresa Alfa Sense, oitava colocada na linha temática Indústria 4.0.

A proposta da empresa é desenvolver um sistema de baixo custo de Sensoriamento Óptico Distribuído e transmissão de dados, baseado no uso da tecnologia de fibras ópticas. O sensoriamento acústico possui diversas aplicações de monitoramento e proteção contra intrusão, como a perímetros industrias e residenciais, a sistemas ferroviários e a dutos de óleo e gás. O desenvolvimento será realizado em conjunto com o CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações), parceiro da Alfa Sense no projeto.

Segundo Hamilton Luiz, diretor da empresa, o apoio da Finep será fundamental para consolidação de tecnologia nacional no setor: "Desde a fundação da Alfa Sense, temos o objetivo de democratizar alta tecnologia no Brasil, de desenvolver tecnologia de ponta 100% nacional com padrão internacional, pois, na maioria das vezes, as soluções importadas não atendem as necessidades do mercado brasileiro. Com essa parceria inédita damos um grande passo para colocar o Brasil pela primeira vez na sua história, no mapa dos fornecedores de alta tecnologia em sensoriamento óptico mundia.".

Trata-se do primeiro apoio da Finep à Alfa Sense. O CPqD é parceiro antigo da financiadora, com quem foram firmados 19 contratos nos últimos 10 anos – com recursos reembolsáveis e não reembolsáveis – além da participação do centro de pesquisa em diversos outros projetos apoiados pela Finep.

Edital Tecnologias 4.0

A seleção pública foi lançada no dia 18 de junho deste ano, com demanda total de investimentos de R$ 2,5 bilhões. Com orçamento de R$ 50 milhões, teve o resultado final das linhas Cidades Inteligentes, Indústria 4.0 e Saúde 4.0 publicado no dia 18 de novembro. Foram aprovadas e classificadas 21 propostas, dentro do limite de recursos alocados por linha temática. O resultado final da Agro 4.0 está previsto para o dia 16 de janeiro de 2021.