Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. UFMG lança Observatório da Copa em BH e em Joanesburgo
fechar
Compartilhar

Com a proposta pioneira de monitorar as opiniões de milhões de pessoas na internet, em tempo real, o Observatório da Copa (http://observatoriodacopa.inweb.org.br/) vai acompanhar o tráfego de mensagens do twitter sobre o evento durante os jogos, o rastreamento das postagens no mapa do mundo, as palavras mais utilizadas do universo esportivo em sete línguas diferentes, uma linha de tempo dos vídeos do Youtube e as fotos mais referenciadas na rede social.  Este é um dos 12 projetos que fazem parte da Seleção Brasileira de Inovação, amostra do Programa 14Bis levada pela Finep à Copa do Mundo, em exposição na Casa Brasil – espaço de promoção do País em Joanesburgo.

O resultado desse levantamento está sendo divulgado também em Belo Horizonte (MG) por meio de projeção diária, das 18h30 às 23 horas, na tela da fachada do prédio do Espaço TIM UFMG do Conhecimento, que integra o Circuito Cultural Praça da Liberdade. 

De forma interativa, as ferramentas do Observatório também exibirão a visibilidade do técnico Dunga, dos 23 jogadores brasileiros e das 32 seleções participantes da Copa em blogs e sites jornalísticos. Recursos complementares mostrarão a frequência e a origem de notícias e tweets relacionados ao tema.

Tempo real 

O site Observatório da Copa integra o Observatório da Web, criado pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para a Web, um projeto de pesquisa multidisciplinar do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para a Web (INWeb) coordenado pelo Departamento de Ciência da Computação da UFMG. A plataforma tecnológica é capaz de extrair e processar trilhões de dados da internet e, assim, rastrear os sentimentos e opiniões que circulam nas redes sociais em tempo real. A Copa do Mundo da África do Sul é o primeiro evento monitorado pelo Observatório.

Os especialistas utilizam dezenas de softwares e ferramentas inéditas de captura e análise de dados baseadas em código livre ou aberto para entender o que está sendo veiculado nas várias mídias e pelos vários usuários. “Esse entendimento é fundamental para avaliar o efetivo impacto de grandes eventos na internet e como os usuários interagem e reagem às notícias e discussões”, explica Wagner Meira Jr., professor da UFMG e pesquisador do INWeb.

Lançada em abril, a primeira versão do Observatório da Web coleta informações, desde dezembro de 2009, em 111 jornais e revistas online, portais de notícias, sites de relacionamento como o Facebook, blogs, microblogs como o Twitter e YouTube. Processados por softwares desenvolvidos no Departamento de Ciência da Computação da UFMG, eles geram informações sobre visibilidade, propagação da informação na Web, nuvem de tags e polaridade – que traduz o sentimento ou visão negativa e positiva existente na rede, em um dado momento, sobre as personalidades e eventos.

O rastreamento das percepções sobre a Copa é resultado do trabalho de um grupo de pelo menos 30 pesquisadores de quatro instituições federais de ensino aglutinadas em torno do INWeb. Só a UFMG conta com 20 especialistas, sendo 15 do Departamento de Ciência da Computação e cinco de outras unidades – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Escola de Ciência da Informação e Faculdade de Ciências Econômicas. 

“Nossa meta é capturar a evolução de eventos dinâmicos na web em tempo real, independentemente de sua escala. Por isso, selecionamos acontecimentos como eleições e Copa do Mundo, eles possuem as características necessárias ao desenvolvimento do projeto”, explica Wagner Meira Jr., pesquisador do Observatório e professor do Departamento de Ciência da Computação da UFMG.

A pesquisa do INWeb -  financiada pela Finep, CNPq e Fapemig - visa contribuir para aumentar a integração da internet na sociedade, tornando-a um vetor de mudanças sociais e econômicas no Brasil. Também colaboram com o Observatório da Web outras quatro instituições federais de ensino: o Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG), a Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). 

Saiba mais

A Casa Brasil, projetada pelo arquiteto e cenógrafo brasileiro Gringo Cardia, é uma iniciativa conjunta de cinco ministérios – Esporte, Turismo, Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Ciência e Tecnologia e Relações Exteriores – mais a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), o Comitê Organizador Local da Copa 2014, e a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), que realizarão eventos casados e individuais, compartilhando espaço e público no período de 15 de junho a 11 de julho. Veja aqui as fotos da Casa Brasil.

A Finep está presente com um stand de 400m2 no qual está exibindo a Seleção Brasileira de Inovação – 12 projetos tecnológicos de ponta que fazem parte do seu Programa 14Bis, que está articulando um grupo multidisciplinar para encantar, surpreender e emocionar o mundo na Copa em 2014, além de promover oportunidades de negócios e internacionalização para empresas brasileiras.

 Assessoria de Imprensa da UFMG
+55 31 3409-4476

Assessoria de imprensa Finep - em Joanesburgo  até 23 de junho
Paula Ferreira
072 408 4138
 +55 21 8578-9562
paula@finep.gov.br

 

Rio de Janeiro

Sede:
Av. República do Chile, 330, Torre Oeste - Centro
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares
CEP: 20031-170 - Rio de Janeiro - RJ

Unidade Flamengo:
Praia do Flamengo 200, 3º andar
CEP: 22210-065  - Rio de Janeiro - RJ.

São Paulo

Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 510 - 9º andar - Itaim Bibi
CEP: 04543-000  - São Paulo - SP

Brasília

SHIS QI 1 - Conjunto B - Bloco D - 1º Subsolo.
Ed. Santos Dumont - Lago Sul
CEP: 71605-190 - Brasília - DF

Fortaleza 

Av. Dom Luis, 807-20º e 21º pavimento
Meireles, CEP 60160-230 - Fortaleza - CE